quarta-feira, 9 de maio de 2012

PARTILHA

Hoje a noite não existem corpos nus 
espalhados pelo leito
e nem lençóis revirados...
Há apenas o frescor 
de uma manhã de quase inverno
e o estado perfeito 
de pensamentos molhados.
Hoje a noite nem um instante de insanidade 
ou movimentos apressados...
Há apenas esse momento de paz
em sonhos compartilhados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário