sexta-feira, 4 de maio de 2012

LUAR


Acenda suas luzes ao passar por mim.
Não me tateie no escuro.
Eu trago surpresas inesperadas
E sobre meu corpo
Todas as luas se deitam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário